DIA 15/09 É O DIA DO MONGE SÃO JOÃO MARIA. A resistência e a mistica dos caboclos, deserdados de suas terras, na Revolta do Contestado (maior insurreição popular do Brasil), devem-se muito a ele e à devoção a São Sebastião. Vejam a seguir algumas frases e orações deste santo popular. (Parte deste conteúdo foi publicado no meu facebook em setembro/2015, mas não no graodemostarda…).

PROFECIAS, REZAS E ENSINAMENTOS DO PROFETA SÃO JOÃO
MARIA

(Transcrevo a seguir, depoimentos colhidos por mim, em 1985, em entrevista junto a Pedro Fonseca e João de Quadros. O primeiro conheceu na infância o monge que andou na região de Xanxerê em 1906; o segundo, transmite as narrativas de seu pai, que conviveu alguns dias com João Maria).

Profecias diversas…

* “Vai chegar um tempo que a religião vai mudar. Mas não é de se estranhar. A religião muda ‘pra mode’ do estudo, mas é sempre a mesma religião”.
* “Depois do ano 50, o mundo vai ser muito tribulado, com terror e muitas mortes. O mundo tá muito cheio, e o povo pega a desonrá a religião católica. E vai dá muito problema…”
* “O mundo vai ficar muito ruim. Vai haver muito pasto e pouco rasto. Vocês vão ver: a criação vai quase se acabar; tudo vai ser abaixo de remédio…”
* “O mundo não vai se acabar. O povo é que vai ser devorado. Dois mil anos eles não chegam, se passar de dois é minuto ou hora, só, mais não passa. Isso vocês vão ver. Isso aqui (o Oeste catarinense) vai ficar que nem uma bicheira: vai ser dois ou três morador numa casa”.
* Naquela época virá o castigo, os estrangeiro vão conseguir mundo de veículo, muitos jeitos de viajá que vai matar muita gente. Os brasileiro não era pra morrer assim, mas eles vão se ligá com os estrangeiro e daí vão morrer 10, 12 estrangeiro e 2, 3 brasileiro também. Eles vão tomá conta do Brasil”.
” Virá época que quem plantava meia quarta de feijão, terá de plantá uma bolsa pra ter feijão pro gasto…”
* Vai chegar um tempo que essa semente de milho que vocês plantam vai se terminar. Muitos vão ficar com medo, mas virá uma semente nova prá vocês se alimentá. É, essa semente véia de milho que vocês têm, vai se terminar”.
* “Há de vir um tempo que as criança não vão conhecer trigo e vai faltar farinha. Vão conhecê farinha mas não o trigo. O trigo é uma planta que Deus abençoou, não pode ser judiado, o pão não pode se botá fora, tem que zelá. Virá época que não vai mais dá trigo por causo do pessoal não considerá o alimento que Deus abençoou”.
* “Quando passarem telegrama sem fio e os homens tiver voando, pode ficá esperando a ruindade que tá chegando”.

Ensinamentos diversos…

* “Sejam humilde e pacífico. Cada um deve considerá seus irmão porque todos nós precisamo um considerá o outro porque somos irmão”.
* “Quem planta e estraga o mantimento, logo tá passando miséria. O mantimento, a gente tem que colher e juntá. Deus dá e a gente ajunta. Quando se junta feijão tem que fazer uns balainho. Acabou de maiá, cada filho com um balainho juntando feijão com a mão, não se deixá perder na roça”.
* “Enquanto for mundo, terá de ter um profeta pra viajá e instruí os teimoso como tu (disse ao padrinho do senhor Pedro Fonseca). Eu não posso passá perto de você, sem chegá onde você está e te explicá, porque você é muito teimoso”.
* “Os pobre são os mais humildes, e tem que ser, porque Deus é os humilde que ele olha”.
* “O rico não entra no reino do Senhor, meu filho. Tudo o que é rico é soberbo e tem orgulho, e não pode entrar no reino do Senhor. A gente tendo pra passá e não sofrê, está bom, e pra servir a algum amigo, tá bom”.

Rezas…

Oração da manhã e da noite:
“Com Deus me deito,
com Deus me levanto,
com a graça de Deus
e do Espírito Santo.
Nossa Senhora do Pranto
nos cubri com vosso manto.
Se bem coberto for
não tenho medo nem pavor
das coisa que má for”.

Para benzer a tempestade:
Da cepa nasceu a rama
da rama nasceu Sant’ Ana,
de Sant’ Ana nasceu Maria,
de Maria nasceu Jesus.
São palavras de verdade,
Parti a tempestade.
(Segue um Padre Nosso, uma Ave Maria, uma Salve-Rainha,
um Creio em Deus Padre e eferecê pra Deus e Sant’ Ana).

Para benzer a água:
Jesus Cristo do altar
livre de todas as cobras
e dos principalmente
todos os perigos da minha frente
que eu quero passá.

 

Anúncios